08. Substantivos terminados em “ão” e plural metafônico (Aulas 5 e 7: Substantivo)

Substantivos terminados em “ao” que aceitam mais de um plural

– alazão – alazães e alazões
– aldeão – aldeões, aldeãos e aldeães
– anão – anões e anãos
– ancião – anciãos, anciães e anciões
– artesão – artesães e artesãos
– castelão – castelãos e castelões
– cirurgião – cirurgiões e cirurgiães
– corrimão – corrimãos e corrimões
– deão – deães e deões
– ermitão – ermitãos, ermitães e ermitões
– faisão – faisães e faisões
– guardião – guardiães e guardiões
– hortelão – hortelãos e hortelões
– refrão – refrães e refrãos
– rufião – rufiões e rufiães
– sacristão -sacristães e sacristãos
– sultão – sultões, sultãos e sultães
– Verão – verões e verãos
– vilão – vilãos e vilões
– zangão – zangões e zangãos

Plural Metafônico

Nossa língua possui inúmeras palavras que mudam o timbre da vogal tônica ao serem pluralizadas, ou seja, alguns substantivos, além de receberem a desinência “-s” na formação do plural, trocam a vogal tônica fechada (ô) pela tônica aberta (ó). Esse fenômeno é conhecido pelo nome de Metafonia.

Exemplos:

olho / olhos
posto / postos

Estes são os principais plurais metafônicos:

aposto / apostos
caroço / caroços
choco / chocos
corcovo / corcovos
corno / cornos
despojo / despojos
destroço / destroços
esforço / esforços
fogo / fogos
forno / fornos
fosso / fossos
grosso / grossos
imposto / impostos
jogo / jogos
miolo / miolos
morto / mortos
novo / novos
olho / olhos
osso / ossos
ovo / ovos
poço / poços
porco / porcos
posto / postos
povo / povos
reforço / reforços
socorro / socorros
tijolo / tijolos
torto / tortos
troco / trocos
troço / troços

Todos as palavras terminadas em “oso” e em “posto” sofrem metafonia no plural:

amistoso / amistosos
bondoso / bondosos
corajoso / corajosos
teimoso / teimosos
disposto / dispostos
preposto / prepostos
etc.

Se a palavra possui feminino, o plural masculino assume o timbre da forma feminina:

masculino/feminino/plural

oco (ô) oca (ô) ocos(ô)
bobo (ô) boba (ô) bobos (ô)
lobo (ô) loba (ô) lobos(ô)
novo (ô) nova (ó) novos (ó)
porco (ô) porca (ó) porcos (ó)
choco (ô) choca (ó) chocos (ó)

Exceção: sogro (ô) – sogra (ó) – sogros (ô)

Quando há consoante nasal “m” ou “n”, o timbre da vogal é sempre fechado:

singular/plural

gomo (ô) gomos (ô)
tremoço (ô) tremoços (ô)
pomo (ô) pomos (ô)
colono (ô) colonos (ô)
trono (ô) tronos (ô)

 

Quando a palavra não se encaixa nos dois casos anteriores, é comum a abertura do timbre da vogal o no plural:

singular/plural

globo (ô) globos (ó)
olho (ô) olhos (ó)
porto (ô) portos (ó)
miolo (ô) miolos (ó)
osso (ô) ossos (ó)

Os substantivos femininos conservam no plural o mesmo timbre do singular:

singular/plural

arroba (ô) arrobas (ô)
bolha (ô) bolhas (ô)
boda (ô) bodas (ô)
folha (ô) folhas (ô)
moda(ó) modas (ó)
peroba (ó) perobas (ó)
sova (ó) sovas (ó)

Comentários